Diário Fotográfico

“Nós somos feitos de poeira de estrelas”

Meu querido diário,

Citando Carl Sagan: “Nós somos feitos de poeira de estrelas”, que para mim faz tanto sentido, pois se há algo que sempre me fascinou foi o céu cheio de estrelas e imaginar como o universo é, como somos tão finitos perto da infinidade do cosmos, que tanto nos ofereceu o início como um dia nos oferecerá o fim.

É tudo tão volátil, de um dia para o outro tudo muda, estamos em constante mudança e evolução, como seres individuais, como sociedade, como planeta, mas ao olhar para o céu eu percebo… somos tão pequenos e tão insignificantes, em comparação a todos os corpos celestes, mas será mesmo que estamos sozinhos? Questiono-me sempre e custa-me acreditar que o nosso planeta seja o único com vida, que não haja outras galáxias com planetas semelhantes à Terra.

Estas fotografias da Via Láctea representam a minha evolução e como fotógrafa eu quero homenagear a natureza ao máximo e poder fotografar a galáxia é uma honra para mim, pois ela é a origem de todos nós, foi de onde viemos e é para onde vamos quando a nossa vida chegar ao fim. Nunca imaginei conseguir, porque não foi fácil, para mim, aprender a fazer este tipo de fotografia, pensei em desistir quando estava na escuridão, no meio de nada, só queria pegar no meu tripé, na minha máquina fotográfica e fugir dali, mas ultrapassei o meu medo e fiquei com as fotografias mais bonitas que alguma vez imaginei capturar. Agora mal posso esperar para voltar a apontar a minha máquina fotográfica para o céu!

 

Catarina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *