O Meu Jardim

O Fim do Verão

Meu Jardim,

Nem todos os finais são tristes, mas isso depende da perspectiva de cada um, para mim nem todo o fim traz tristeza, por vezes é apenas melancolia, nostalgia, saudade… Ah! Saudade. O sentimento que não dá para explicar, apenas podemos sentir e por vezes eu sinto saudades daquilo que já passou, mas tanto pode ser um sentimento feliz ou triste para mim, enfim… o que passou, passou e agora é hora de olhar e seguir em frente, para um futuro com esperança de que tudo vai dar certo, tudo vem a seu tempo, apenas resta-me saborear os dias e os momentos, ser feliz e ser bondosa, para mim e para os outros, onde o mundo é cruel e a inveja corrói as pessoas, eu escolho ser gentil, porque de maldade está o mundo cheio e tu, meu jardim, és o espelho do universo e em ti só quero refletir amor, para no futuro poder colher os frutos e perceber que tudo valeu a pena, porque tudo tem um momento e uma razão para acontecer.

Outono… estamos à tua espera de braços abertos, de coração a necessitar de dias mais frios, juntos ao quentinho da lareira, porque um coração quente não faz mal a ninguém, vamos ser muito felizes juntos!

E este meu projeto está quase a terminar, mas a hora da despedida ainda não chegou, pois irá completar um ano no Outono. Este meu jardim fez-me tão feliz durante um ano, mas as últimas reflexões deixo para a última publicação. Agora é o verão que está no fim e há muito para agradecer a este meu jardim que tanto me deu!

Catarina

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *