Os Resquícios do Fogo

No dia 15 de Outubro de 2017 foram dois os incêndios que devastaram o Pinhal de Leiria, sobrando menos de vinte por cento dos 11000 hectares do pulmão de Leiria. Menos de um ano depois, caído no esquecimento por muitos, eu fui a Leiria e registei “Os Resquícios do Fogo”, nascendo assim este projecto:

Eu percorri mais de vinte quilómetros, sempre com a mesma paisagem, muitos pinheiros ardidos que suportados pela força das suas raízes ainda estão de pé, erguendo toda a sua imponência, que uma vez foi verde e castanha, agora está negra, mas alguns já foram cortados ou estão a ser retirados neste preciso momento do Pinhal.

Onde tudo já foi verde, agora está em tons de preto e cinza, mas em apenas 11 meses, já começa a renascer de novo a vida neste sítio do qual muita vida dependia. A natureza é assim, dá-nos uma lição de esperança e força, porque nem sempre tudo pode ser mau, pois onde um dia houve luz e agora há escuridão, pode voltar a luz, esta luz sempre prevalece e vence a escuridão. É preciso ter esperança, força, fé e perseverança. Eu olho para a natureza e vejo isso, inspiro-me nela, para nunca desistir, para acreditar que há sempre algo melhor por vir, eu acredito e eu luto por aquilo em que acredito.

Com estas fotografias, eu quero transmitir uma mensagem de esperança e força, paz e amor, os momentos difíceis nunca vêm para ficar, são passageiros como tudo na vida, é preciso acreditar e ter fé no futuro, mas apreciar e viver o presente da melhor forma que sabemos. Espero que quando lá voltar de novo, o Pinhal de Leiria tenha recuperado toda a sua vida, que eu quero registá-lo com todo o seu esplendor!

Nós podemos aprender tanto com a Natureza se estivermos conscientes e observarmos tudo o que nos rodeia. Na vida vivemos muitas fases, todas nós somos capazes de as ultrapassar, apenas depende da forma como as encaramos, se acreditamos, somos capazes de enfrentar tudo.

Vamos aprender com a Natureza?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *